Senta que lá vem resenha: Livro O Corvo Negro

quinta-feira, fevereiro 02, 2017

Livro: O Corvo Negro
Autor: Lucas de Lucca
Páginas: 360
Série: Sim
Editora: Independente
Tema: Fantasia

Sinopse: Ukel mora na capital do reino de Gor em um mundo fantástico repleto de magia e armas mundanas em duelo, mas ele é apenas uma criança. Após as guerras arcanas, a cidade onde vive recebe refugiados do norte e a vida do garoto muda ao conhecer Merienir, uma elfa de cabelos prateados refugiada, e Farem, um órfão de Gor.
O Corvo Negro mostra a escalada de Ukel no mundo do crime até se tornar um corvo, um caçador de monstros e malfeitores.
Traição, sangue e malícia guiam o caminho do jovem em uma trilogia empolgante onde o protagonista não passa de um egoísta sem redenção.





O livro começa com Ukel, ainda menino, morando na capital do reino de Gor com sua mãe e assim que ele ouve o burburinho de pessoas chegando a capital corre pra fora de casa pra acompanhar o que está acontecendo até que vê os refugiados da guerra chegarem e irem ao encontro do Rei, dentre eles Merienir e seus pais, um família de elfos de cabelos prateados. Enquanto observa não perceber Faren, um órfão que mora na região, se aproximar dele e ambos começam a conversar enquanto observam mais refugiados se aglomerarem em frente ao palácio real. O que eles não esperavam é que surgiria um homem pra matar os pais de Merienir e quando a gora estava encurralada por esse homem misterioso, Ukel não pensa duas vezes e apunhala o cara pelas costas, salvando a pequena elfa que agora passa a ser responsabilidade dele e de Faren de alimentá-la e mantê-la segura. 

A situação complica quando os poucos recursos de Faren ficam comprometidos, fazendo com que o menino comece a furtar comida para alimentar a si e a Merienir e então acaba pedindo ajuda para Ukel e conforme a estória avança vemos como os três amigos passam de pequenas crianças indefesas a membros de uma milícia de Gor onde eles recebem propina do povo em troca de manter seus estabelecimentos em ordem.

A fama do trio cresce de maneira torrencial e logo após isso Ukel é preso pelos guardas reais e acaba descobrindo depois que foi a mando de Merienir, sua amiga e cúmplice, apenas com o intuito de convencê-lo a trabalhar para o rei e eis que depois de acalmar os ânimos eles viram cobradores de impostos nas horas vagas e ceifadores de clãs de ladrões a mando do próprio Rei e então conhecem Leiram o espião que lhes fornece a localidade e os costumes exatos desses bandidos que precisam ser exterminados e é a partir desse ponto que verificamos a total transformação de Ukel e podemos acompanhar de perto a escalada dele na vida do crime organizado.



"Ukel começou a refletir sobre o que estava acontecendo em sua vida. De uma hora pra outra perdera tudo que havia demorado tanto tempo para conquistar e pelo que havia feito tantos sacrifícios. Perdera a mãe, o respeito e a bondade das pessoas. Naquela cidade Ukel nunca mais encontraria ninguém que o acolhesse, tudo isso para poder ter o controle de tudo e de todos. No final das contas percebeu seu egoísmo e o assumiu como virtude. Ele era o cidadão mais temido de Gor, praticamente liderava o primeiro e único clã de ladrões da região e conseguia comandar a cidade por si só, já que a guarda real não ousava enfrentá-lo."





O corvo negro nada mais é do que um caçador de recompensas que trabalha para o povo e não para o rei. Eles não tem qualquer vínculo empregatício com a relaza e, em algumas regiões do continente de Ayrlia, tem livre acesso para entrar e sair. É um grupo de assassinos muito respeitado pelo povo e por alguns reis também.

O livro nos mostra como Ukel chegou a esse ponto e como ficou conhecido por seu apelido Ponto. Mostra também como ele é frio e calculista, egoísta a ponto de só se preocupar em como vai se beneficiar. Tive uma relação de amor e ódio com o personagem muito intensa e confesso que terminei o livro e até agora não sei como me sinto perante ele.



"Como o espião conseguiu desviar com tanta facilidade de seu soco e deixá-lo preso daquele jeito? O estilo de luta de Leiram lembrava muito o de Ukel. O garoto chegou a considerar que o mesmo estava o espionando para aprender seus golpes, e depois aplicá-los nele mesmo. A ideia de ter alguém que conhecia todos os seus movimentos era perturbadora, e isso significava que era hora de se reinventar."




Uma das personagens que mais gostei do livro foi a elfa, Merienir. Ela é uma fofa, linda, sempre pensando no bem dos amigos, zelando pelo cuidado de Faren e Ponto e que também nutria uma secreta paixão por Ukel que foi revelado ao longo do livro.

Leiram é como se fosse um lobo solitário e sempre era subestimado por Ukel até que ambos viram amigos e não se desgrudam mais. Poderia citar vários momentos dos dois em que eu gostei muito mas aí estaria dando spoilers e eu não quero fazer isso, então vocês precisam ler pra acompanhar o desenvolvimento dessa amizade.

Faren também é um personagem em potencial. É um parrudinho que vive dividido entre dar razão ao melhor amigo, Ukel/Ponto ou a mulher que ama mas que não é correspondido, Merienir.



"Meri não dizia nada e por todo o caminho seguiu de cabeça baixa, imaginando talvez quando foi que seu amigo de infância havia se tornado aquele ser frio."

Os capítulos são separados assim e todos tem algarismos romanos.


O livro é regado de paixão, mistério e muito suspense sobre o que vai acontecer a seguir. Foi uma história completamente imprevisível pra mim, de maneira que eu não sabia o que esperar ao final da trama e o que foi muito prazeroso.

A estória tem uma pegada medieval mas não com aquela linguagem antiga e que dificulta o entendimento, não, não, nada disso! O autor usa a licença poética e uma linguagem bem atual que nos permite acompanhar perfeitamente o desenrolar dos fatos de maneira que não fiquemos perdidos ou entediados, pelo contrário, a cada virada de página, é repleta de ação e gostei muito dessa imprevisibilidade, o que não me permitiu ficar na zona de conforto e gostei muito de ser surpreendida.

O fato de não ser um total clichê me chamou muita atenção para essa estória mas o que mais despertou meu interesse foi perceber a semelhança da escrita do Lucas com George Martin e ouso dizer que ele pode ser facilmente considerado como filho do criador de Game of Thrones.



"Guerreiros de outras cidades e até de outros continentes próximos vinham treinar na escola de guerra de Gor, que não era muito reconhecida, mas formava soldados razoáveis. Os melhores alunos normalmente depois do treinamento iam para Curi onde teriam a chance de agir como soldados de verdade."



Os capítulos em sua maioria são curtos o que facilitou muito o meu envolvimento com a estória de tal maneira que li 150 páginas sem nem sentir cansaço e tive que parar apenas pra fazer as coisas de casa. 

Por fim recomendo a leitura para todos os amantes de Martin, ou não amantes, mas que curtam o gênero fantasia e que saibam apreciar uma boa obra de literatura nacional. Ponto é um protagonista totalmente diferente do que estamos habituados a ler e isso é muito bom, pelo menos pra mim, pois me proporcionou conhecer um cara egoísta, sem escrúpulos e que se vinga por um motivo fútil, mas que mesmo assim não perde o seu charme e não se deixa abalar pelos revezes que encontra pelo caminho.







You Might Also Like

50 comentários

  1. Adorei a resenha <3 Eu estou vendo muito falar sobre esse livro... Ficando bem curiosa!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andreia, eu sou o autor e fiquei super feliz

      Se quiser saber mais ou saber onde encontra O Corvo Negro, é só entrar no site oficial
      ocorvonegro.com

      :D

      Excluir
  2. Parabéns pela resenha. O livro parece ser interessante.
    Beijos
    meuslivrosnaoempresto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. "Relação dw amor e ódio com o protagonista" é o ponto forte do livro kkk, ainda n decidi tb...
    Http://livrosrabiscando.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Emi, não sei ainda o que eu sinto por ele kkk

      Excluir
  4. Amei a resenha! Fiz parceria com o autor esse mês, porém ele enviará em agosto e depois de ter lido a resenha fiquei mais ansioso. Boas leituras!

    http://umjovemlleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Leia sim, você não vai se arrepender, o livro é incrível!

      beijinhos ♥

      Excluir
  5. Quando me falaram do livro, eu imaginava mesmo que ele pudesse ser bastante intenso, mas não imaginava o quanto. Amei a resenha.

    ResponderExcluir
  6. Estou ansiosa para a chegada do meu livro.

    Bjs
    Suka
    http://www.suka-p.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. To vendo bastante comentários desse livro ❤ em breve quero ver se leio!

    ResponderExcluir
  8. Oi. Então eu fui o primeiro blogueiro a resenhar esse livro. Confesso que amei! Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  9. Oii.
    Eu nunca tinha ouvido falar desse livro, mas minha nossa parece ótimo. Espero que leia logo. Amei a resenha. Beijos.
    - www.fanficcao.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, você vai amar, é muito intenso! Beijinhos e obrigada ♥

      Excluir
  10. Adorei a resenha
    um beijo

    https://alzineterodrigues.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Gosto bastante de fantasia, fiquei super curiosa com esse livro. Parabéns pela resenha, está ótima. Beijos.

    http://bibliotecadeopinioes.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho, vai adorar esse!
      beijinhos!

      Excluir
  12. Oi, Camila!
    Acho que você era fã de Ratinbum na infância...Kkkk...Adorei o nome da sua coluna de resenhas!
    Lendo sua resenha, o enredo também me remeteu ao Game of Thrones. O que mais amo no gênero fantasia é essa liberdade para criar mundos.
    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá tudo bem?
      Olha eu era fã sim kkkkk achei bem criativo colocar assim você gostou?
      Sim o livro parece bastante com Game of Thrones embora eu só tenha assistido a série, gostei muito da estória. Vale a pena ler, o livro é incrível!
      beijinhos!

      Excluir
  13. Opa, parece ser uma ótima dica de leitura para quem curte fantasia. Não gosto muito de enredos que apresentam como personagens seres tradicionais da fantasia, mas confesso que gostei do contexto criado pelo autor e do seu comentário sobre a qualidade da narrativa (além de fluída e de fácil entendimento) em trazer surpresas ao longo da leitura. Isso certamente me deixa com um quê de curiosidade sobre esse protagonista e como será sua vida sob a égide do rei.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena ler, fiquei traumatizada com o capítulo 29 mas de todo o resto o livro é muito bom!

      beijinhos!

      Excluir
  14. Tô vendo muitas resenhas positivas sobre este livro .
    Estou ficando cada vez mais curiosa Por este livro

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Para mim esse livro é novo, pois eu nunca tinha ouvido falar sobre ele, essa é a primeira vez. Percebo pela sua resenha que o livro possui uma história um pouco complicada, talvez isso seja apenas para mim, já que não gosto muito de fantasia. Mas um dos pontos positivos que você destacou é o fato de o livro não ser previsível, isso já é muito bom. Mas mesmo assim não sei se leria. Porém vamos falar dessa capa lindíssima. Eu adorei a mistura de apenas duas cores, amarelo(dourado) nas letras e o fundo preto. Deu um grande ar de mistério.
    Beijos.
    http://www.livrofilia.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Da mesmo né? O livro é repleto de um bom mistério, vale muito a pena ler. Sobre fantasia, confesso pra você tenho que começado a ler agora esse gênero e tenho gostado muito. Até agora não tive desilusões. Super recomendo a leitura.

      beijinhos!

      Excluir
  16. Fechei parceria e com essa resenha incrível estou ansiosa para a leitura! Parabéns!

    Um beijo :)
    Blog com V.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fechou? Ele é um amor de pessoa! O livro é muito bom!

      Excluir
  17. Curto muito esse gênero, com certeza vou ler assim que tiver oportunidade!!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  18. Oi Camila, tudo bem?

    Eu adoro fantasias e essa parece ser muito bem construída. O fato do "Corvo negro" tentar ajudar os necessitados já é um ponto que me faria ler a obr a, pois adoro personagens altruístas que pensam no próximo. Parece que o Lucas criou um universo bem peculiar e conseguiu encaixar o medieval de forma suave. Uma obra que merece ser lida. Adorei a resenha!

    Beijos,

    http://gnomaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem o corvo negro não é altruísta, Alice, pelo contrário, é uma pessoa vingativa e egoísta. Mas sim, a obra merece ser lida com certeza!

      beijinhos!

      Excluir
  19. Oi, Camila!
    Não conhecia o livro, mas premissa interessante, apesar de ter ficado um pouco perdida no início por serem três personagens principais, ao que parece, e poxa, que evolução, hein? Começar com personagens crianças e desenvolvê-los à fase adulta om características tão próprias como frieza e calculismo é algo bem diferente mesmo do que estamos acostumados, mesmo na fantasia, gênero que realmente me atrai, e melhor ainda saber tratar-se de uma leitura com desfecho imprevisível, é sempre bom ser surpreendido de vez em quando, hehe. Ótima resenha, pensarei com carinho em dar uma chance à leitura.
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br/ ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sâmella,
      Dê uma chance sim, o livro merece muito, a evolução dos personagens, a construção de cenários, é tudo bem intenso e bem desenvolvido. O autor soube usar as palavras adequadamente e não é aquele tipo de linguagem cansativa dos livros medievais sabe? É bem atualizado e facilita muito o entendimento dos fatos narrados. Foi uma experiência muito prazerosa.

      beijinhos!

      Excluir
  20. Olá!

    Não conhecia o livro, mas achei muito interessante a premissa, mesmo não sendo fã do Martin. A capa então, simples porém bem feita (é capa dura?). Não é uma leitura que eu faria agora, mas é uma ótima pedida pra presentear um amigo que é fã tanto do Martin como dos nacionais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!!
      Sim o livro é capa dura, o trabalho que o autor teve foi maravilhoso, fiquei fascinada com a edição e a separação de capítulos! Que pena, entendo perfeitamente. Quem sabe algum dia não é?

      beijinhos ♥

      Excluir
  21. Oiii!

    Eu não conhecia esse livro e achei bem bacana o fato de não ser clichê ou ter uma escrita muito dificil.
    Gostei bastante da sua resenha, esta bem escrita e detalhada! Parabéns!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  22. Adoro livros de fantasia, principalmente quando são levados para esse lado mais medieval, li poucas obras do tipo, então quando encontro uma assim fico louca para ler. Não conhecia o livro, mas fiquei encantada pelo enredo. E que capa é essa? Muiiito linda.
    beijos

    ResponderExcluir
  23. Oi Camila, sua linda, tudo bem?
    O que mais chamou minha atenção nesse livro, foi justamente o protagonista não ser nenhum herói. E todo essa paixão, mistério e suspense e o final imprevisível, só tornam a leitura mais atraente. Já vi que é a minha cara, não vejo a hora de ler!!! Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Olá, tudo bem?
    Gostei bastante da sua resenha, mas a premissa do livro não me agradou, então vou passar a dica!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  25. Oi, não conhecia o livro, por um momento pensei que se passava no reino de Gor clássico, mas pelo que pude perceber da resenha o autor só utilizou o mesmo nome, achei a premissa do livro interessante. Acredito que se tivesse oportunidade leria, sim.

    ResponderExcluir
  26. Oi, tudo bem?
    Ainda não conhecia o livro, é bem interessante apesar de não ser tão fã de fantasia medieval, pela linguagem eu leria sim.
    Bjs

    ResponderExcluir
  27. Olá,
    Eu não conhecia o livro e fiquei bastante curiosa para conhecer Ukie. Ele aparenta amadurecer muito na história, e parece se tornar um personagem muito bom. Também quero saber como o autor traz a questão do crime para o livro.
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  28. Oi Camila
    Caprichou na resenha hein... parabéns!
    Gostei muito do enredo da obra, e achei esse anti-herói Ponto, super interessante! Como você disse, tem algumas personagens que nos provocam uma sensação de amor e ódio mesmo e a gente fica sem saber direito como se sentir perante eles, kkkkkkkkk
    Adorei a dica!
    Ahhhhh já estou seguindo o blog, segue lá o nosso também para continuarmos com as dicas literárias :)
    Bjokassss

    http://thehouseofstorie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir